“Mesmo com o isolamento, atividades físicas são essenciais” diz preparador físico da ACF

“Mesmo com o isolamento, atividades físicas são essenciais” diz preparador físico da ACF

Neste período de isolamento em função do combate ao coronavírus é essencial que as pessoas não deixem de praticar as atividades físicas. De acordo com Anderson Cecchin (preparador físico da Associação Concordiense de Futsal), é preciso exercitar o corpo para manter uma vida saudável. “Neste período de isolamento algumas atividades podem ser realizadas tranquilamente no ambiente de casa. Sejam exercícios funcionais localizados, exercícios de força e potência localizada. Podem ser executados exercícios com à própria carga do corpo bem como podemos improvisar materiais que temos na própria residência”, assinala o profissional. “Podemos também trabalhar deslocamentos das valências físicas de velocidade e agilidade com trocas de direção em curta distância. Respeitando a individualidade e limites de cada um, temos que estar atentos ao espaço físico, materiais, e a forma que iremos improvisar a execução de exercícios para não nos colocarmos em risco pessoas/familiares que vivem neste espaço. É imprescindível a orientação de um educador físico na elaboração de um programa de treinos”, acrescenta.

Conforme Anderson Cecchin, as atividades físicas trazem benefícios inestimáveis para a saúde das pessoas. “Importante estarmos realizando qualquer que seja a atividade física, sempre trará benefícios para nossa saúde, aliada a uma alimentação saudável e períodos de repouso faz com que o organismo, suporte tais adversidades ressaltamos o equilíbrio do corpo e mente”, explica. Neste período de isolamento é necessário manter uma rotina de exercícios, mas valendo-se da estrutura que cada um possui em seu domicílio. Com essas dicas, será possível passar por esse momento de forma mais saudável

Os atletas da ACF, mesmo em suas casas, estão mantendo uma rotina de exercícios. Vídeos postados nas redes sociais da equipe, mostram os jogadores se exercitando, sempre com a orientação da preparação física. “O trabalho é realizado de forma remota e constante com os atletas, identificamos a disponibilidade de espaço e materiais, bem como suas necessidades físicas e a partir disso recebem a prescrição dos treinos. Enfatizamos sempre que são muito importantes a disciplina e o comprometimento individual do atleta. O feedback por parte do grupo é positivo, uma vez que o cenário atual não permite outra disponibilidade de atuação”, conclui Cecchin.